Caminhos

 

Poemas e Prosa



Meu Diário
16/03/2022 13h12
Saudades de quando, de pés descalços, percorria trechos cheirosos de flores e frutos diversos

 

Saudades de quando, de pés descalços, percorria trechos cheirosos de flores e frutos diversos

 

 

Saudades de quando, de pés descalços, percorria trechos cheirosos de flores e frutos diversos, bem como presenças amistosas de pássaros abundantes. Relva molhada e gotículas peroladas de líquido vital da vida. Sentir toda brisa acariciante na matéria pulsante e banhar-se com chuva mansa e demorada. Cabelos molhados e acariciantes nos ombros e descendo cintura abaixo. Pedras algumas dão toques de belezas testemunhadas e sem oferecerem machucaduras nos pés desnudos. Presenças humanas completando belo cenário: Jesus amado e a saudosa irmã Maria Miracir Aires de Carvalho. Hoje: 16/03/2022. Francisca Miriam Aires Fernandes.

 


(Texto (acima) transposto do Facebook de Francisca Miriam (Aires Fernandes), publicado/compartilhado no mesmo Facebook, em 16 de março de 2022.).


© Francisca Miriam Aires Fernandes 2022.

 

 


Publicado por Francisca Miriam em 16/03/2022 às 13h12
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
15/12/2021 18h13
Debruço-me sobre lembranças...

  

 

Debruço-me sobre lembranças...  

 

 

Debruço-me sobre lembranças quando, em idade juvenil, as carnes jovens impulsionavam às magias plenas e duradouras. Sonhava e idealiza bons sentimentos, com plenitude capaz de curar alguns empecilhos. As lacunas, a preencher, eram vitalizadas por bela imagem existente em meu ser. Sempre munida de fé, no Criador Supremo, cuja imagem correspondia à retratada em meu ser. Assim, subsisti a alguns fatores faltosos de santo amor, por algumas pessoas demoníacas, em tempos anteriores e continuamente. Hoje, ultrapassante dos oitenta, avalio de tanta generosidade dessa imagem suave e poderosa pois privilegiada sou, pela certeza de proteção assídua de Amigo Maior. Amo, com intensidade profundíssima, Cristo Jesus, por todo acolhimento recebido e por todo amor merecido! Em quinze de dezembro de dois mil e vinte e um.   

 


(Texto (acima) transposto do Facebook de Francisca Miriam (Aires Fernandes), publicado/compartilhado no mesmo Facebook, em 15 de dezembro de 2021.).


© Francisca Miriam Aires Fernandes 2021.

 

No Mural: 

 

   Quarta-feira, 15 de dezembro de 2021.   14:06:40  :   Muito boa tarde / noite de um muito bom dia.   

Hoje, quarta-feira, 15 de dezembro (de 2021), é Dia dA AdvogadA (O Dia do Advogado é dia 11 de agosto)●# (Parabéns à Lílian, advogada, filha da escritora Francisca Miriam); Dia da Arquiteta e Urbanista (Parabéns à Marina, arquiteta (e urbanista), sobrinha da escritora Francisca Miriam) e Dia do Arquiteto e Urbanista (em homenagem a Oscar Niemeyer, comunista histórico, nascido nesta data)¤#; Dia da Jardineira e Dia do Jardineiro¤#; Dia do Esperanto (Uma língua internacional artificial), em honra de Lázaro Luiz Zamenhof, polonês, nascido nesta data (A cor é alusiva à simbologia do Esperanto, representado, geralmente, por uma estrela de cinco pontas na cor verde.)¤#.                 

Fontes: ● http://www.arteducacao.pro.br/comemorativas.htm / ¤ Wikipédia e # Google.

 

O Perfil da escritora e poetisa piauiense Francisca Miriam pode ser lido clicando-se   AQUI

 

   Os poemas e textos da autora Francisca Miriam podem ser acessados clicando-se   AQUI  

 

   Os áudios de Francisca Miriam podem ser acessados clicando-se   AQUI  

 

   O "Site" do Escritor da escritora Francisca Miriam pode ser acessado clicando-se   AQUI  

       

 

  

  


Publicado por Francisca Miriam em 15/12/2021 às 18h13
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
20/11/2021 00h29
Senhor dos mares, dos oceanos, de todo líquido vital, de tudo de bom existente

 

 

 

Senhor dos mares, dos oceanos, de todo líquido vital, de tudo de bom existente. Seja, pois, em Teu nome, fortificada minha fé. Ultrapasso boa parte do tempo, a mim, concedido, buscando o Teu amparo, senão, há muito teria perecido, sem, contudo, estar completamente restaurada. Concede-me sempre disposição para servir. Consiga seguir Teus exemplos dignificantes de amor pleno. Lave, a Teu exemplo, os pés de meus irmãos. Minha vontade seja determinante no Teu proceder divino. Jesus amado, preenche-me de Tua sabedoria exemplar! Amém! Em dezoito de novembro de dois mil e vinte e um.

 


(Texto (acima) transposto do Facebook de Francisca Miriam (Aires Fernandes), publicado/compartilhado no mesmo Facebook, em 18 de novembro de 2021.).


© Francisca Miriam Aires Fernandes 2021.

 

 

 

 

 

 

 

 


Publicado por Francisca Miriam em 20/11/2021 às 00h29
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
01/11/2021 14h06
Hoje [01nov2021], em meio a graças recebidas, ressalto, aqui,

 

 

Hoje [01nov2021], em meio a graças recebidas, ressalto, aqui, nascimento de meu primogênito GIOVANNI AIRES FERNANDES.

 

 

 

Hoje [01nov2021], em meio a graças recebidas, ressalto, aqui, nascimento de meu primogênito GIOVANNI AIRES FERNANDES. Aos vinte anos tornei-me mãe e na imaturidade de cabocla sertaneja, quando, aos quinze anos primeiros vivi no sertão nordestino piauiense. Munida de muitos sonhos acalentados e amor maternal, em primeiro de novembro, nascia o primeiríssimo filho, o GIOVANNI AIRES FERNANDES. Portador de inteligência privilegiada, tornou-se adulto e filho muito amado. Amo-o, com intensidade profundíssima e desejos de que retorne à Casa do Pai, após cumprida sua missão aqui, conosco, no plano terreno. A mãe que o aquece nos mais castos sentimentos e desejos frequentes de apurações divinas. Beijos e bênçãos de Deus para o filho presenteado por Deus, o GIOVANNI AIRES FERNANDES. Em primeiro de novembro de dois mil e vinte e um.

 


(Texto (acima) transposto do Facebook de Francisca Miriam (Aires Fernandes), publicado/compartilhado no mesmo Facebook, em 1º de novembro de 2021.).


© Francisca Miriam Aires Fernandes 2021.

 

 

 

 

 

 


Publicado por Francisca Miriam em 01/11/2021 às 14h06
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
18/10/2021 14h52
Hoje, ao deparar-me com fotografia de minha genitora

 

Hoje, ao deparar-me com fotografia de minha genitora

   

 

Hoje, ao deparar-me com fotografia de minha genitora, após noventa e cinco anos, sofrida sem a presença da melhor e saudosa filha Maria Mirtes Aires de Carvalho, sem ruga sequer. Carnadura firme e famosos olhos azuis e pareço-me com minha mãe Maria Nazaré Aires de Carvalho. Mesmo tendo sua semelhança não herdei a cor de seus olhos límpidos. Extasiava-me em observá-los e seus brilhos inundavam minh'alma. Fiquei desprovida de gostosos momentos de acentuadas sensações de belezas cristalinas. Foi-se, minha mãe Maria Nazaré Aires de Carvalho e sei de que Deus considera toda sua bravura e desempenho ante dificuldades enfrentadas e a acolheu devidamente! Amém! Em dezoito de outubro de dois mil e vinte e um.

 

 


(Texto (acima) transposto do Facebook de Francisca Miriam (Aires Fernandes), publicado/compartilhado no mesmo Facebook, em 18 de outubro de 2021.).


© Francisca Miriam Aires Fernandes 2021.

 

 

 

 

 

 


Publicado por Francisca Miriam em 18/10/2021 às 14h52
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 6 de 21 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » «anterior próxima»


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras